comunicacao@igrejacristaevangelica.com.br
+55 (62) 3318-2092

Os jovens da ICEB conhecem a Bíblia?


Temos orgulho de ser uma igreja tradicional histórica, com uma doutrina ortodoxa, um dos maiores seminários do país, e uma excelente editora dedicada a educação cristã que atende mais de 15 mil igrejas. Entretanto, com todas essas virtudes denominacionais, às vezes me perguntam se os jovens da ICEB conhecem a Bíblia.
Dependendo do contexto, talvez consigamos dar duas respostas para essa pergunta. Numa primeira situação, em que diríamos orgulhosamente um “SIM!”, seria dentro de um contexto em que criticamos os movimentos carismáticos no evangelicalismo moderno. Formado principalmente por pessoas que acreditam na teologia da prosperidade, especialistas em posicionamento geográfico dos demônios, e homens que acreditam que podem ativar realidades espirituais por meio da repetição de imperativos a Deus. Certamente, em comparação a essas pessoas, somos profundos conhecedores da Palavra de Deus, nossa doutrina é totalmente bíblica e completamente coerente.
Todavia, existe uma outra situação em que podemos responder essa pergunta com um vergonhoso “NÃO!” (Na verdade já ouvi muitos pastores e jovens responderem com um certo pesar e indignação que uma grande parte dos jovens da nossa Igreja não conhecem a Bíblia). Mesmo correndo o risco de fazer um generalização injusta, é tempo de olhar com atenção para o fato de que infelizmente existem muitas situações em que nossos jovens não são capazes de manejar bem a Palavra da Verdade. Um pastor da ICEB desconfiava que isso fosse uma realidade e quis fazer um teste de conhecimentos bíblicos na classe de jovens da escola bíblica. E para isso usou um questionário normalmente aplicado às crianças e o deu para a mocidade responder. O resultado foi surpreendente: os jovens apresentaram um resultado insatisfatório e muito inferior a média que as crianças geralmente obtêm no teste. Como se isso não bastasse, muitos jovens não conhecem não somente a Bíblia, mas também as principais doutrinas da fé cristã. Certa vez, ouvi a seguinte explicação da doutrina da justificação por alguém que foi criado desde o nascimento na ICEB: “Justificação é quando Jesus chega diante de Deus e explica a razão da gente ter pecado, ou seja, ele 'justifica' o nosso pecado diante de Deus”. Um tema tão importante como este (Justificação pela fé foi a principal doutrina defendida pela Reforma Protestante) deveria ser algo conhecido muito bem por todos os crentes. Essas estórias seriam engraçadas se não fossem trágicas, e é triste ver o desprezo que muitos jovens têm pelo estudo mais profundo das Escrituras, chegando até mesmo a tratar de forma depreciativa uns poucos que são zelosos em aprender a Santa Palavra Inspirada.
A maravilhosa estrutura de ensino que a Denominação dispõe, e a condição econômica mais tranquila que nos permite adquirir livros, mais a participação de congressos e conferências e o acesso que temos a internet, facilita muito a busca ao conhecimento das Escrituras. Isso é muito bom, entretanto, nos dá uma grande responsabilidade diante de Deus. Nosso Senhor, que não é injusto, jamais aceitará de nós nada menos que nosso melhor. E com tantas oportunidades, é muito certo que Ele não deseja que a Mocidade Cristã Evangélica do Brasil se orgulhe por saber mais que aqueles que pregam outro evangelho. E Ele cobrará de nós bem mais do que estar acima da mediocridade dos insensatos. É prudente que não deixemos que as nossas qualidades denominacionais nos façam ter olhos altivos, pois tais bençãos fazem recair sobre nós uma enorme responsabilidade perante Deus. E com o coração humilde devemos nos voltar para a Palavra de Deus, porque ainda temos muito o que aprender com a Bíblia.



Descobrir as origens da Igreja Cristã Evangélica do Brasil (ICEB) é como descobrir a fonte de um rio. Em geral, muitas fontes contribuem na formação de um rio, cada uma fornecendo a sua quota de água. O mesmo se deu com o início da ICEB.

Leia Mais

Postagens Recentes