comunicacao@igrejacristaevangelica.com.br
+55 (62) 3318-2092

Blindada pela adoração

Mas Jesus, sabendo disto, disse-lhes:Por que molestais
esta mulher? Ela praticou boa ação para comigo.
Mateus 26.10

Essa mulher de identidade desconhecida nos ensina muito. Parece ser
uma pessoa simples. Sem a sabedoria dos intelectuais. Não deve ter
estudado em nenhuma escola rabínica. Mas ela entende bem sobre
quem é Jesus. Crê que Ele não é apenas uma grande personalidade.
Não é apenas um deus. Mas vê Nele o Senhor de todas as coisas.
Ela experimenta Seu amor. É transformada por ele. Oferecer o que há
de melhor é ainda muito pouco. Ele é digno do mais caro. Ela não
apenas quer dar algo precioso. Sente a necessidade de testemunhar
publicamente do seu amor por Ele. As palavras de Jesus “o Pai ocultou
estas coisas dos sábios e entendidos e as revelou aos pequeninos”
(Mt 11.25) se aplicam a ela. É por essa razão que deixa sua casa e
suas obrigações, nesta terça-feira que antecede a morte do Senhor,
para oferecer algo especial a Ele. Estar com Jesus é prioritário. Ela não
terá outra chance como essa. Não perde a oportunidade. Ela enche a
casa de Simão, o leproso, com o perfume precioso que derrama sobre
a cabeça de Jesus. Ela sabe que Ele merece. Ela tem Nele o seu melhor.
Sua alegria é completa por causa Dele. Quem aprende a adorar Jesus
como ela adorou percebe que nada é capaz de tirar sua alegria. Ela
nem se importa em ser molestada por Seus discípulos. A indignação
deles não a perturba. Ela sabe que o Senhor, que fez coisas que
ninguém poderia fazer por ela, tem competência para cuidar dela. E se
for preciso sofrer por causa Dele, isso pode fazer parte do seu tributo.


Descobrir as origens da Igreja Cristã Evangélica do Brasil (ICEB) é como descobrir a fonte de um rio. Em geral, muitas fontes contribuem na formação de um rio, cada uma fornecendo a sua quota de água. O mesmo se deu com o início da ICEB.

Leia Mais

Postagens Recentes