comunicacao@igrejacristaevangelica.com.br
+55 (62) 3318-2092

Dar o melhor para Deus

E o sacerdote queimará tudo isso sobre o altar;
é manjar da oferta queimada, de aroma agradável.
Toda a gordura será do Senhor.
Levítico 3.16

O primeiro culto da história humana foi apresentado por Abel. Ele era
filho de Adão e Eva. A Bíblia afirma que ele apresentou ao Senhor
as primícias. Eram as partes gordas do seu rebanho (Gn 4.4). Deus
aceitou sua oferta. Muito antes de a lei de Moisés ser instituída, ele
já entendia como cultuar corretamente. Gerações se passaram e, no
tempo de Moisés, Deus dá instruções aos Seus filhos sobre como
apresentar uma oferta a Ele. Ela devia ser de um animal sem defeito. No
sistema sacerdotal, a carne da oferta dos holocaustos e dos sacrifícios,
pertencia aos sacerdotes. Mas a gordura pertencia ao Senhor. Isso dá
o entendimento de que o melhor e aquilo que há de mais precioso em
nós também pertence a Deus. Aprendemos que ao apresentar algo
magro e raquítico pecamos contra o Senhor em nosso culto. Trata-se
de uma dinâmica maravilhosa. Recebemos tanto do Senhor e, por isso,
devemos cultuá-Lo. E dar a Ele o melhor. Desejar a manifestação de
Sua glória. Esta é a essência do verdadeiro culto: a honra de Deus,
e nunca a nossa, ou de qualquer outra coisa. Por causa de Jesus não
existe mais a necessidade de matar um animal e oferecer sua gordura.
Mas a ideia deixada neste princípio da lei deve ser preservada. Da
mesma forma como Abel e a lei de Moisés ensinaram, devemos dar a
Deus o melhor que há em nós. Nosso tempo. Nossos recursos. Todo o
nosso ser. Algo, pela fé na cruz de Cristo, agradável a Ele!



Descobrir as origens da Igreja Cristã Evangélica do Brasil (ICEB) é como descobrir a fonte de um rio. Em geral, muitas fontes contribuem na formação de um rio, cada uma fornecendo a sua quota de água. O mesmo se deu com o início da ICEB.

Leia Mais

Postagens Recentes