comunicacao@igrejacristaevangelica.com.br
+55 (62) 3318-2092

Não é tão óbvio assim

Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.
1Coríntios 11.1

Parece óbvio falar que devemos seguir o exemplo de Cristo, afinal de
contas, é de se esperar que todo cristão siga o exemplo de Seu Mestre,
não é verdade? No entanto, quando meditamos nas características
de Jesus, vemos o quão longe estamos desse objetivo! Vejam apenas
alguns exemplos de Suas atitudes, destacadas pelo discípulo Pedro:
“Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes
os seus passos, o qual não cometeu pecado, nem dolo algum se achou
em sua boca; pois ele, quando ultrajado, não revidava com ultraje;
quando maltratado, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que
julga retamente, carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro,
os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos
para a justiça; por suas chagas, fostes sarados” (1Pedro 2.21‑24).
Vejamos nesse texto alguns exemplos que devemos seguir: 1) Ele
nunca cometeu pecado, 2) Nunca foi achado algo enganoso em Sua
boca, 3) Quando ofendido, não revidava, 4) Quando maltratado, não
fazia ameaças, mas entregava-Se Àquele que julga retamente. Nós,
frequentemente, queremos manifestar o nosso senso de justiça.
Pensamos que somos mais justos que os demais. No entanto, Jesus,
que tinha todo o direito de cobrar a perfeição dos outros, nos ensina
a confiarmos na justiça de Deus. Quando você sofre algum tipo de
ofensa ou maltrato, qual é a sua primeira reação? Dá o troco, ou
caminha a segunda milha? Lembre-se de que Jesus nos ensina a amar
até mesmo os nossos inimigos.


Descobrir as origens da Igreja Cristã Evangélica do Brasil (ICEB) é como descobrir a fonte de um rio. Em geral, muitas fontes contribuem na formação de um rio, cada uma fornecendo a sua quota de água. O mesmo se deu com o início da ICEB.

Leia Mais

Postagens Recentes