#3 | Advento de Natal

Atualizado: 19 de dez. de 2021

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;
para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isto.

Isaías 9:6,7


Um rei aqui é anunciado, não acompanhado de um exército, com ele não é revelado nenhuma espécie de armadura ou força física. O messias aguardado vem como um frágil menino, que terá de crescer para então cumprir o seu chamado.


O simples menino se tornou um maravilhoso conselheiro, ainda criança instruiu os sábios da lei. Aquele que nasceu vulnerável se tornou o Deus forte que carregou em seus ombros o pecado de toda a humanidade. Aquele que é Pai daqueles que O recebem não o será apenas nessa vida, mas por toda a eternidade. O Deus que sofreu todo tipo de injustiça, foi aquele que trouxe a paz para a grande guerra e que no momento certo trará a sua justiça.


O nascimento de Jesus nos lembra o poderoso Deus a quem servimos. Ainda que sejamos atribulados, injustiçados e entristecidos nesse mundo, temos um Deus forte que nos carrega, um maravilhoso conselheiro que nos ensina, um Pai eterno que nos acolhe e recebemos dele uma paz que excede todo e qualquer entendimento.