Ajude as crianças a descobrirem seus dons

Quando se fala sobre os dons, pensamos neles apenas em relação aos jovens ou adultos. E as crianças? Será que elas não têm ainda seus dons definidos?


O dicionário Webster 1828 define “dom” como “alguma qualidade ou doação conferida pelo autor de nossa natureza”. O dom é um presente dado por Deus a cada um de seus filhos, incluindo as crianças.


Todos os crentes recebem o dom do Espírito Santo a partir do momento em que recebem a Cristo. As crianças precisam aprender que também são agraciadas com os dons. Se desde o início da vida cristã os dons forem vivenciados, os mesmos serão aperfeiçoados ao longo da vida cristã.


É importante lembrar que a tarefa primária da condução da criança nos caminhos do Senhor é da família. A igreja é parceira da família na educação bíblica e responsável por aquelas que não tem pais crentes.


Spurgeon diz que “fomos consagrados ao serviço de Deus antes de sabermos que existia um Deus”. Desse modo, a criança deve aprender que o dom é um presente que Deus deu a ela para compartilhar com os irmãos em Cristo, isto é, para o serviço do Senhor e para o crescimento do Corpo. Isso é um grande prazer!


Não podemos comparar o dom que Deus nos deu com o de outras pessoas.  Em Gálatas 6.4 Paulo nos adverte que devemos fazer nosso trabalho com êxito e não compará-lo com o do outro.


A maioria das crianças gosta de fazer coisas para mostrar suas habilidades e ser reconhecidas por elas. Isso é natural nessa fase, mas não é impedimento para que ela compreenda que o dom não é para sua satisfação pessoal e sim, para glorificar a Deus.

Quando a criança compreende que é parte de Cristo, surge o sentimento de pertencimento. É essencial que seja estimulada a buscar uma vida de oração, de leitura e estudo da Bíblia. Aqui ressalto a relevância do culto doméstico.


Depois de ensinar sobre os dons, eles precisam ser exercidos. Como diz o ditado: “a prática leva à perfeição”. Assim, ajude a criança a perceber em qual parte do serviço de Deus ela sente mais alegria, desejo de executar. Como guias, podemos instruí-la a identificar o dom que Deus lhe deu e colocá-lo em prática. Paulo orientou Timóteo a colocar seu dom em prática. Além de Timóteo, devemos ensinar sobre crianças que exerceram seus dons ainda jovens, como Samuel e Davi, por exemplo.


Como parte do corpo de Cristo os pequenos também devem contribuir para o desenvolvimento desse corpo. Assim ofereça a eles oportunidades de serviços, para que descubram e exercitem seus dons através das experiências vivenciadas no serviço ministerial. O ministério infantil poderá encaminhá-los nessa tarefa.

Adriana Alves de Souza Lucas

Pedagoga, com especialização em Aconselhamento Cristão , Psicopedagogia Clínica e Institucional e em Abordagem Educacional por Princípios

- SPURGEON, Charles H. Pescadores de crianças: orientação prática para falar de Jesus às crianças. São Paulo: Shedd Publicações. 2004.

Horário de Funcionamento:

Segunda a sexta das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Avenida Bernardo Sayão, 400
Jardim das Américas 1ª Etapa
Anápolis - GO 75070-020

Siga-nos nas redes sociais:

Logo Sem Fundo Branca.png