O QUE APRENDEMOS COM A SEMANA DA CRIAÇÃO?

Começando um novo ano convido os meus irmãos para tirarmos lições preciosas da primeira semana do mundo: a semana da criação. O que podemos aprender com Deus na criação que pode fazer diferença em nosso viver? Vejamos:


1- Busque o auxílio do Espírito Santo O Espírito de Deus pairava por sobre as águas (v.2). No início da criação a terceira pessoa da Trindade já trabalhava, Ele foi um agente ativo na criação. Este mesmo Espírito Santo habita em nós, Ele pode nos dirigir, nos ensinar, nos orientar, nos conduzir. Ao estudarmos as Escrituras, por exemplo, devemos buscar o auxílio do Espírito que as inspirou para nos ajudar a entender e a seguir os princípios que Deus tem para nós no texto sagrado. O Espírito Santo é uma pessoa, Ele tem vontade e propósito e Ele pode muito nos auxiliar. Em momentos de decisão, especialmente, dê tempo para que o Espírito Santo o guie, e o guie pelo estudo das Escrituras.


2- Permita que Deus ilumine sua vida Disse Deus: Haja luz; e houve luz (v.3). No primeiro dia, antes das demais obras, Deus criou a luz. O que Ele fez posteriormente foi feito na claridade. Deus é luz (1 Jo 1.5). Jesus é a luz que vinda ao mundo a ilumina (Jo 1.9). Os salvos são chamados de filhos da luz (1 Ts 5.5). Sendo assim, tome a decisão de fazer tudo como se fosse em pleno dia, sem medo de ser apanhado em algum mal. Não faça nada do que venha se envergonhar algum dia. Que Deus ilumine cada área de nossa vida e espante toda treva, todo lusco-fusco, tudo que entristeceria o Espírito Santo que em nós habita (Ef 4.30). Também temos o desafio de brilhar cada vez mais com nossas boas obras. Ao criar o sol e a lua no quarto dia, o Senhor nos inspira a sermos luz em um mundo tão absorto em suas trevas. Jesus no mesmo sentido ordena que façamos nossa luz brilhar cada vez mais (Mt 5. 16).


3- Seja organizado– Fez, pois, Deus o firmamento e separação entre as águas debaixo do firmamento e as águas sobre o firmamento. E assim se fez (v.7). Deus organizou o mundo, separando a parte das águas (rios e mares) da terra seca. Assim, a partir desta separação, o mundo se tornou um lugar habitável, pronto para produzir e receber os seus ilustres moradores. O Deus da bíblia é organizado e gosta de ordem. Tudo nele é perfeito. A construção do tabernáculo e seus utensílios é uma prova de como Deus gosta de tudo bem arrumado. Quando Paulo fala do culto cristão aos primeiros crentes, ele diz: Tudo seja feito com decência e ordem (1 Co 14.40). Organize sua vida, seu tempo, suas finanças, sua casa, seu trabalho e sua igreja. Honre a Deus deixando tudo de forma limpa e bonita. A organização não precisa necessariamente de dinheiro para ser feita; às vezes um bom investimento de tempo já é o suficiente. Os irmãos sabiam que por influência de Calvino dos reformadores, Genebra na Suíça, era a cidade mais limpa e organizada do mundo? Que belo exemplo temos ali.


4- Seja produtivoE disse: Produza a terra relva, ervas que deem semente e árvores frutíferas que deem fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nele, sobre a terra. E assim se fez (v.11). Deus, no terceiro dia criou toda relva, as árvores e demais plantas e suas respectivas sementes. Tudo deveria dar fruto e crescer por si só a partir de então. No quinto dia Ele criou todos os animais que agora gerariam outros de sua espécie. Tudo prospera quando Deus abençoa. No sexto dia Ele cria homem e mulher e ordena que eles cresçam e se multipliquem (v. 28). Eles deveriam trabalhar e cultivar o jardim do Senhor. Ele também promete abençoar a obra de nossas mãos (Sl 90.17). Jesus nos escolheu e nos enviou para produzir frutos para a vida eterna (João 15.16). Compensa então trabalhar para o Senhor, fazer a sua obra, ser cooperador em sua obra. Nenhum de nós deveria ser apenas expectador do trabalho de Deus. Ele quer e pode nos usar de alguma forma para continuar fazendo do mundo, do nosso lar, de nossa igreja um lindo jardim. Vamos trabalhar mais neste ano?


5- Descanse um pouco – E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito (2.2). Deus descansou não porque precisava fazê-lo, visto que Ele é Deus e nunca se cansa. Mas Ele o fez para nos dar o exemplo do que deveríamos fazer. Este descanso também aponta para aquele dia em que descansaremos com o Senhor, no céu, de todas as nossas fadigas (Ap 14.13). Ali, em Jesus, teremos o nosso verdadeiro descanso (Hb.4.1-5) Mas devemos descansar de nossos trabalhos aqui na terra também. Deus nos manda trabalhar, mas nos ordena descansar também. É pecado buscarmos mais o descanso do que o trabalho, mas é igualmente pecado trabalhar sem descansar um pouco. Na criação o nosso Deus trabalhou seis dias e descansou um. Este é o modelo que devemos seguir. O próprio Senhor Jesus repousava quando se cansava (Mc 4.38). Devemos reservar tempo para o descanso e o lazer, para irmos à igreja, para estarmos com a família, amigos e irmãos.


Deus criou o mundo de uma forma maravilhosa, poderosa e única. Nós somos imitadores de Deus. De uma maneira diminuta podemos também ser, não criadores, mas criativos e seguir nos passos do Senhor. A semana da criação foi singular, mas nós podemos aprender muito com o criador e seguir o seu exemplo em nossa caminhada neste mundo. Olhando para o Senhor nós podemos ser pessoas melhores. Vamos tentar?

Pr. Luiz César

Presidente da ICEB

Horário de Funcionamento:

Segunda a sexta das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Avenida Bernardo Sayão, 400
Jardim das Américas 1ª Etapa
Anápolis - GO 75070-020

7493496_300x300.jpg
Ativo 4-8.png

Siga-nos nas redes sociais:

Logo Sem Fundo Branca.png