Relevância do trabalho das mulheres na igreja

Deus quando fez a mulher a fez para ser auxiliadora: “farei para ele uma auxiliadora que seja semelhante a ele.” Gn 2.18. Deus fez a mulher semelhante ao homem, nem maior nem melhor, nem inferior, mas semelhante para auxiliar. Ele a dotou de dons e talentos para serem usados na igreja, no corpo de Cristo, para juntos homem e mulher trabalharem na edificação da igreja.


Quando olhamos para a história da igreja, desde o seu início no livro de Atos, encontramos relato da presença de mulheres que, junto com os discípulos se mantinham reunidos e em oração, participando daquele momento histórico (At 1.14).


Também mulheres são citadas mais à frente, como hospedeiras da igreja que estava nascendo; é o caso de Maria, mãe de João Marcos (At 12.12) e Lídia em Filipos (At 16.15,40). Além de Priscila que recebeu Paulo em sua casa como se fosse da sua própria família.


Na história mais recente temos mulheres que foram importantes pilares da Igreja de Cristo que crescia e se expandia por todo mundo. É o caso de Catarina de Bora (1499 – 1552), esposa de Martinho Lutero, que teve papel de destaque na Reforma e participava das conversas mantidas por Lutero. Susanna Wesley (1669 – 1742), esposa de um pastor anglicano e mãe dos irmãos Charles e John Charles Wesley, que fundaram o movimento metodista do século XVIII. Ela é conhecida como a “Mãe do Metodismo” porque, mesmo não sendo oficialmente parte do ministério, teve uma forte influência nos hábitos espirituais dos irmãos Wesley. Fanny Crosby (1820 – 1915), perdeu a visão quando era criança devido a uma infecção e maus-tratos médicos. Crosby não deixou que essa deficiência a impedisse de ser uma prolífica escritora de hinos, tendo criado mais de 8 mil músicas. Entre elas estão “A Deus demos glória”, “Quero estar ao pé da cruz”, “Junto a Ti” e “Quero o Salvador comigo”. Colaborando assim para a adoração na igreja.


Em nossa igreja temos mulheres que fizeram a história da ICEB contribuindo para o seu desenvolvimento e expansão, como: Sarah Kalley, Anne Andrews, Lídia Leitão, Damaris de Souza Morais, Nazarita Manrique e muitas outras. Todas essas mulheres contribuíram e foram relevantes para a obra da igreja como um todo. Mulheres estas que cuidavam do desenvolvimento da igreja e ajudavam homens de Deus a seguirem com o “IDE” de Jesus, ou mesmo iam aonde muitos não queriam ir para fazer o nome de Cristo conhecido.


No Reino de Deus todos, homens e mulheres, são importantes para a edificação do corpo. Você e eu somos chamados a sermos firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o nosso trabalho não é em vão (1Co 15.58).


Lilian Silveira Líder nacional Mulheres em Ação

@liliamcmsilveira