top of page

FÉ, FIRME FUNDAMENTO


 

“Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se veem. Pois, pela fé, os antigos obtiveram bom testemunho.Pela fé, entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus,de maneira que o visível veio a existir das coisas que não são visíveis.”


(Hb 11.1–3)


O que significa "fé" para o cristão ?


A construção gramatical desse versículo no texto original grego traz a seguinte mensagem: “Fé significa que estamos dando substância às coisas esperadas, e provamos essas ainda que não sejam vistas”.


Leiamos o mesmo versículo em quatro versões:


-  J.B. Phillips – "Ora, a fé significa que temos confiança total nas coisas que esperamos, significa ter certeza de coisas que não podemos ver."

-  NVI – "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos."

-  Nova Tradução na Linguagem de Hoje – "A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver."

-  Bíblia Viva - "Que é a fé?  É a convicção segura de que alguma coisa que nós queremos vai acontecer.  É a certeza de que o que nós esperamos está nos aguardando, ainda que não o possamos ver adiante de nós."


Fé não é fechar os olhos e dizer: “Vai dar certo”, ou, “tem que acontecer”.  Não é pensamento positivo, nem confissão positiva. O alicerce da fé são as promessas da Palavra de Deus. A fé, na Bíblia, está sempre ligada à confiança que o homem deposita na palavra do Deus vivo, fiel e verdadeiro (Nm 23.19; Tt 1.2).


Ao escrever "Pois pela fé, os antigos obtiveram bom testemunho" (Hb 11.2), o autor coloca o verbo “obter” no tempo e modo de forma a indicar que foi Deus quem deu o testemunho acerca deles. Foram homens e mulheres antigos que receberam recomendação divina por sua fé.


Em Hebreus 11.3 está a melhor "revelação" ou explicação de como tudo começou. "Pela fé, entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não são visíveis".


Aqui temos um importantíssimo testemunho bíblico acerca de como se deu o processo da criação do universo.


"...entendemos..." – O verbo grego nooumen, vem de nous, “mente, capacidade de perceber e entender e julgar sobriamente”. A palavra expressa uma percepção mental, uma faculdade de pensar, inteligência. Então, o texto bíblico não está dizendo que "pela fé, aceitamos", está dizendo "entendemos". O uso da razão está totalmente presente.


"...foi o universo formado pela palavra de Deus..." – Como? Exatamente como o Gênesis registra: “Disse Deus” (Gn 1.3,6,9,14,20,24,26). Embora os cristãos sejam criticados e até ridicularizados, são os que melhor entendem (“pela fé entendemos”) o processo da criação do universo. Na Bíblia, a palavra de Deus é Deus em ação.


Donald Guthrie escreveu: “Ao contemplar a origem do mundo observável da natureza, o escritor reconhece a necessidade da fé. Se a explicação fosse restrita a fenômenos que podem ser testados, nenhuma fé seria necessária. Mas as palavras "pela fé entendemos" demonstram que o conhecimento não é independente da fé” (Hebreus, Introdução e Comentário, Edições Vida Nova, p.213).


Leiamos Hebreus 11.3 na versão de J.B. Philips: "E é somente pela fé que nossa mente aceita como verídico o fato de que o universo inteiro foi formado por ordem de Deus, que o mundo que vemos veio a existir por meio daquilo que é invisível".


Que tipo de fé agrada a Deus ?


Olhando para o Novo Testamento, pelo menos cinco tipos.

 

1. FÉ EM CRISTO – “Disse Jesus: Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim” (João 14.1).


2. FÉ QUE CONFIA  – Vai, disse-lhe Jesus; teu filho vive. O homem creu na palavra de Jesus e partiu” (João 4.50).


3. FÉ QUE SEGUE – “De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” (João 8.12)


4. FÉ QUE SERVE – “Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará” (João 12.26).


5. FÉ QUE OBEDECE – “Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai, que me enviou” (João 14.23–24).


“Por meio dele [Jesus Cristo] viemos a receber graça e apostolado por amor do seu nome, para a obediência da fé, entre todos os gentios“ (Romanos 1.5). Esse é um versículo que, claramente, associa a fé à obediência. O apóstolo Pedro escreveu que a nossa alma é purificada pela obediência à verdade (1Pe 1.22). Isso é importante para não entrarmos pelo caminho em que qualquer fé serve. Afinal, nosso Salvador é também nosso Senhor, e Ele pede obediência, conforme Jesus afirmou: “— Nem todo o que me diz: “Senhor, Senhor!” entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus“ (Mt 7.21). Tiago nos exorta: Sejam praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando a vocês mesmos (Tg 1.22).


Ao escrever “Porque a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: “O justo viverá por fé" (Rm 1.17), o apóstolo Paulo está dizendo que a vida cristã, do começo ao fim, é uma caminhada de fé. E o homem não é salvo por fazer o melhor que pode, mas, por crer Naquele que fez o melhor, o Senhor Jesus Cristo, na cruz. A fé não consiste meramente em aceitar certas coisas como verdadeiras, mas consiste em confiar numa Pessoa, e essa Pessoa é Jesus Cristo (Jo 3.36).


Martinho Lutero escreveu: “Só obedece quem crê, e só crê quem obedece”.


Deus nos abençoe e nos guarde com saúde e paz.

 

José Humberto de Jesus F. Oliveira

ICE-Riviera - Goiânia/GO

Comments


bottom of page