O JOVEM E A PLANTAÇÃO DE NOVAS IGREJAS

Estamos começando mais uma nova gestão da COMOCEB à frente dos trabalhos nacionais da mocidade durante o biênio de 2019/2020. É com muita gratidão e alegria no coração que encaramos mais este desafio, contando com as orações, conselhos e apoio de todos nossos irmãos. Seguiremos trabalhando para o nosso Senhor, servindo aos nossos irmãos, ajudando na estruturação das mocidades e na capacitação dos nossos líderes.


Além disso, temos o desafio de caminhar junto da nossa denominação nas metas denominacionais. E, ao pensar no assunto, me debrucei para refletir como a mocidade poderia ser relevante no processo da plantação de novas igrejas e na revitalização das já existentes.


Observando nossas raízes históricas, a origem de nossa denominação passa pela dedicação de um jovem que, aos 26 anos de idade, deixou o seu emprego como engenheiro na Mina de Morro Velho, em Nova Lima – MG para desbravar o interior do país, distribuindo Bíblias, pregando o evangelho que ele próprio já havia abraçado e fundando as primeiras igrejas dos locais por onde passava.


Porém vejo que, mais importante do que demonstrar a força que a juventude traz, a nossa história nos mostra o poder que a Palavra tem, pois ela foi a fonte e o meio por onde tudo isso foi possível. Portanto, assim como ocorreu com o jovem engenheiro Frederico C. Glass, creio que a nossa mocidade precisa primeiro de um encontro verdadeiro com o Senhor, sendo confrontados por sua Palavra. A verdade que ela traz nos liberta de uma forma arrebatadora, ao ponto de entendermos os verdadeiros propósitos para nossa juventude. Depois, é preciso viver essa verdade e levar a Palavra de Deus por onde formos, pois, se ali onde estivermos, seja onde for, vivermos verdadeiramente a santificação por intermédio do conhecer a Deus e a Sua vontade, vamos abençoar aos que estão ao nosso redor, contribuir de forma efetiva no trabalho local em nossas igrejas e, também, seremos usados no processo do Senhor em acrescentar à comunidade dos santos, dia após dia, os salvos.


Vejo que quando o apóstolo Paulo orienta a Timóteo para que ninguém despreze a sua mocidade o recado é também para o próprio ouvinte. Nós, jovens, precisamos não desprezar nossa mocidade ao perder tempo com vaidades e teorias vãs, mas dedicar toda a nossa força em conhecer e prosseguir em conhecer a vontade soberana do nosso Senhor. E, assim, seremos perfeitos e perfeitamente habilitados para toda boa obra, inclusive plantar novas igrejas!

Pedro André C. de Alcântara

Presidente da COMOCEB

Horário de Funcionamento:

Segunda a sexta das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30

Avenida Bernardo Sayão, 400
Jardim das Américas 1ª Etapa
Anápolis - GO 75070-020

Siga-nos nas redes sociais:

Logo Sem Fundo Branca.png