A igreja sempre cresce

E não retendo a Cabeça, da qual todo o corpo, suprido e bem vinculado por suas juntas e ligamentos, cresce o crescimento que procede de Deus – Cl 2.19.

Paulo está preso, mas nutre um amor intenso pela igreja. A igreja está ligada a Cristo mesmo diante das maiores lutas. No contexto desta carta havia um movimento que tentava desligar Cristo da Igreja, porém ela continuaria a crescer. Paulo nos orienta que tentar desvincular Cristo de sua igreja é um movimento impossível, porque a igreja pertence a Ele e seu crescimento está ligado à sua Cabeça, que é o próprio Senhor Jesus. Deus sempre concederá desenvolvimento àqueles que estão em Cristo e o obedecem. Jesus é o autor da igreja, Ele mesmo garante o seu crescimento, e esta verdade jamais poderá ser ignorada.


Não há nada sobre a face da terra que impeça o crescimento da igreja de Cristo. Ela sempre cresce em meio às perseguições, guerras, pandemias e tudo mais. A igreja é sempre conduzida em triunfo; ela é sempre vitoriosa, ela sempre avança e nem as portas do inferno podem prevalecer contra ela. A razão de seu avanço é que ela é comandada por Jesus, e Ele a dirige vitoriosamente.


Jesus dirige a sua igreja outorgando a ela o Espírito Santo que a ilumina, lhe dá poder, que a instiga e a auxilia em oração. Este mesmo Espírito distribui dons aos salvos para que a igreja seja suprida em todas as suas áreas ministeriais.


Ele a dirige pela sua Palavra, pela pregação e pelo ensino. Jesus dá a sua igreja uma liderança hábil, gente comprometida com Deus e sua Palavra e coloca no coração dessa liderança uma paixão pelo trabalho do Senhor.


Neste tempo de pandemia Jesus continua dirigindo a sua igreja. Ele não se escondeu, não encolheu as suas mãos. Ele está no controle transformando vidas, dando sabedoria aos líderes, abrindo oportunidades para alcançar os corações tão feridos e abatidos. Jesus está entre nós todos os dias em cada lida e em cada passo de seu povo.


Vivemos um tempo de muitos desafios, oportunidades, sensibilidade, mas também de necessidade de comunhão íntima com o Cabeça da igreja, o Senhor Jesus. A igreja possivelmente nunca orou tanto, e faz bem neste exercício espiritual. Alinhados com o Cabeça da igreja, buscando a sua vontade, entregues ao seu querer seremos abençoados e abençoadores.


Deus está fazendo algo maravilhoso em nós, no mundo e em sua igreja. Fiquemos firmes pois o crescimento da igreja, segundo Paulo, é o crescimento que procede de Deus.

Que Deus nos abençoe ricamente.


Pr. Luiz César

Presidente da ICEB

@pr.luizcesar