#4 | Advento de Natal

E tu, Belém-Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.

Miquéias 5:2


A profecia da vinda de Cristo não veio de maneira superficial, não deixou incertezas para aqueles que O aguardavam. Há detalhes explícitos que se cumpriram, e um deles foi onde o rei nasceria.


“De Nazaré pode sair alguma coisa boa?” Jo 1:46.

Jesus veio para quebrar todo e qualquer estigma. Ele poderia ter nascido em um palácio, ao invés de uma estrebaria, poderia ter pais ricos e altamente instruídos, ao invés de dois simples jovens, poderia nascer em uma cidade de renome, ao invés de uma cidade desprezada.


A resposta para a pergunta é: “Vem e vê!”

Cristo, o nazareno, provou em cada dia de sua vida quem era e demonstrava a missão que veio cumprir.

O simples menino galileu que foi posto em uma manjedoura, é aquele que reinou, reina e reinará para sempre. Pois a sua origem real não é Belém, sua origem é o Pai aquele que O enviou.


O nascimento de Jesus nos lembra que desde a antiguidade há um Rei, maior que tudo e todos, e esse Rei que tem o controle de tudo reinará por toda a eternidade.